VentilaÇÃo natural, ventilaÇÃo mecÂnica e climatizaÇÃo

As brisas e a ventilação natural das nossas habitações e edifícios podem aumentar imenso o nosso conforto.

A ventilação natural pode associar-se a ventiladores (ventoinhas) e enquadrar-se em estratégias de climatização sofisticadas e a pormenores arquitetónicos expressamente desenhados para efeitos de climatização natural.

Mas pode também envolver processos simples, por vezes menosprezados: abrir as janelas durante os períodos frescos da noitinha ou da manhã, para depois manter esse ar mais fresco no interior do prédio, fechando-o e sombreando-o ao máximo durante os períodos quentes do dia.

Condições de base

A ventilação natural e a sombra podem de facto melhorar imenso o nosso conforto térmico e, mesmo, substituir ou reduzir ao mínimo o uso de ar condicionado.

Mas não basta sombra e ventilação. O edifício deve estar adequadamente desenhado e protegido do sol de verão por abas, beirais, varandas ou outros meios. E deve ter altos níveis de isolamento térmico a nível de paredes e tetos, ao mesmo tempo que as janelas (e certas portas exteriores) devem ser eficientes energeticamente e estar bem dimensionadas e posicionadas.

A primeira linha de defesa de uma casa ou de um outro edifício em termos de climatização passa sempre por questões de arquitetura, orientação solar do edifício, janelas eficientes e adequado isolamento térmico.

Brisas e ventilação natural

Caso hajam brisas na sua zona, e se o ar ambiente não for demasiado húmido e quente, considere estratégias de captação dessas brisas.

Ver: Brisas e ventilação natural

Ventiladores

Um potente ventilador de teto pode gastar o mesmo que uma ou duas lâmpadas elétricas; ou seja, uma pequena fração da eletricidade usado por sistemas de ar condicionado.

Além disso podem também ser usadas conjuntamente com o ar condicionado, sem perda de conforto térmico. Nada o impede; cada grau centígrado a mais a nível do termostato do seu AC representa 3-5% a menos no custo da sua climatização. E se os ventiladores/ventoinhas permitirem que o termostato seja regulado para temperaturas 4 ou 5º C mais altas, as poupanças energéticas passam a ser muito significativas.

Ver:
Guia Ventiladores

Ventiladores de janela

São poucos usados e conhecidos no Brasil e em Portugal, embora muito comuns em países como os EUA ou o Canadá. Eles são normalmente montados em janelas e o seu objetivo é trazerem ar fresco para dentro do edifício.

Não são usados para circular o ar como acontece com os ventiladores mais comuns. Eles ventilam na aceção mais profunda do termo: eles trazem ar exterior (fresco), obrigando o ar interior mais quente a sair.

Ver prós e possíveis desvantagens: Ventiladores de janela

Ventilação cruzada & estratégias

A ventilação cruzada envolve janelas e outras aberturas em partes opostas do edifício, de modo a que o ar fresco percorra as divisões entre essas aberturas.

Mas há também estratégias envolvendo aberturas inferiores e aberturas superiores, ou mesmo estratégias envolvendo turbinas de vento colocados no topo dos edifícios, ou chaminés térmicas/solares.

Ver: Ventilação Cruzada de Casas e Edifícios, Estratégias

Resfriamento evaporativo

É uma estratégia que pode ser vantajosa em alguns climas quentes e secos brasileiros. Ela envolve o uso de água (associada, por exemplo, a tanques, pequenas cascatas, piscinas interiores…) em zonas sombreadas, de modo a gerar ar fresco que é depois canalizado para o interior das divisões…

Ver: Climatização e resfriadores evaporativos

Estratégias de arrefecimento de edifícios baseadas em câmaras subterrâneas, estufas, turbinas de vento e chaminés solares

A nível de habitações, fora das grandes cidades (ou em certos edifícios citadinos, a nível de nova construção) é possível ensaiar estratégias mais elaboradas de arrefecimento natural.

Elas fazem sobretudo sentido em climas quentes, e não são necessariamente complicadas ou caras em termos de implementação. Algumas baseiam-se em princípios e técnicas antigas, entretanto esquecidas ou desvalorizadas.

Ver: Ventilação Cruzada de Casas e Edifícios, Estratégias

 

 

 

Topo .... Inicio