escolher pequenos Ventiladores portÁteis: mesa, coluna, parede, pessoais ou circuladores de ar?

Há várias linhas de pequenos ventiladores: de mesa, parede, pedestal (coluna), circuladores de ar, pessoais e mini-ventiladores (incluindo os ventiladores USB e com pulverização de água).

Esta página introduz e distingue estes vários tipos de pequenos ventiladores, quase todos portáteis. E apresenta dicas para escolha do modelo que se pode afigurar como o mais adequado aos seus propósitos.

Não se esqueça de que os ventiladores (inclindo os ventiladores de teto) não arrefecem o ar ambiente.
Eles são ventiladores pessoais, no sentido de apenas proporcionarem conforto térmico quando estamos na sua área de ação; a circulação de ar evapora a humidade a nível da nossa pele, aumentando o nosso conforto, sem que haja abaixamento nas temperaturas.
Eles não devem permanecer ligados quando ninguém está a beneficiar da circulação de ar.
Além disso, pelas razões expostas, eles devem ser adequadamente posicionados – um problema que pode afetar a eficácia dos ventiladores de parede – junto da pessoa ou pessoas que estão a beneficiar da circulação de ar.

Ver também: Ventiladores de teto e Melhores ventiladores de teto: marcas, fabricantes e pontos de venda

Qualidade dos ventiladores portáteis e de parede

Os ventiladores pessoais não devem ser menosprezados na sua utilidade, comparativamente a soluções de ar condicionado. Pelo contrário: se bem escolhidos, eles são uma opção válida, inteligente e amiga do ambiente.

Eles gastam uma pequena fração da eletricidade consumida pelos aparelhos de ar condicionado, e podem proporcionar bons níveis de conforto térmico. Veja: Ventiladores ou Ar Condicionado.

Mas cuidado: muitos dos pequenos ventiladores portáteis - sobretudo os de baixo preço - têm uma qualidade inferior, ou têm uma baixa duração, ou não funcionam adequadamente (há sobretudo imensas queixas quanto à intensidade do fluxo de ar que criam). Alguns oscilam em excesso e acabam por se tornar barulhentos.

Ou seja: tenha em conta a qualidade relativa dos pequenos ventiladores portáteis, os materiais de que são feitos, e a sua potência.

Considere cuidadosamente esta última questão. Grande parte das queixas dos utilizadores associam-se à fraca potência dos pequenos circuladores e ventiladores. Muitos pequenos ventiladores plásticos valem o que valem, nomeadamente os muito baratos. Há que não esperar muito deles.

ventilador de mesaVentiladores de mesa

A eficácia dos pequenos ventiladores portáteis depende muito do seu posicionamento em relação aos utilizadores. Como os demais ventiladores, eles não arrefecem o ar: eles proporcionam conforto pessoal ao evaporarem a humidade presente na nossa pele. Mas para isso eles têm que estar junto a nós.

Ou seja: o posicionamento do utilizar ou utilizadores em relação ao ventilador é um elemento crítico em termos de conforto proporcionado. E muitas vezes, o melhor posicionamento do ventilador é em cima de uma mesa, ou de um móvel, de modo a que ele possa proporcionar conforto à pessoa (ou pessoas) que está a trabalhar ou a descansar.

Se for esse o seu caso - ou seja, se quiser utilizar o ventilador em circunstâncias em que o seu melhor posicionamento é em cima de uma mesa ou móvel da sua sala ou quarto - então... escolha um ventilador de mesa.

Naturalmente deverá escolher um ventilador suficientemente potente em termos de circulação de ar, e em termos de eficácia energética, durabilidade e qualidade geral.

Para tanto, prefira um modelo de uma marca conceituada, da classe A Inmetro-Procel.

Ver: Os melhores ventiladores de mesa, portáteis...

circulador de mesaCirculadores de Ar (Mesa)

Pequenos circuladores de mesa, com hélices curvas e mais ou menos escondidas, podem ser mais eficazes do que os pequenos ventiladores tradicionais no modo como padronizam e distribuem o ar. Alguns permitem ajustamentos no ângulo das suas hélices, e tal como os demais ventiladores operam normalmente a três velocidades (alta, média e baixa). O ar à volta do aparelho é aspirado por ele, e expelido de forma a criar uma circulação mais suave e padronizada.

Estão ventiladores são pequenos, mas podem ser bastante potentes.

Pode haver situações em que o padrão de circulação de ar proporcionado pelos aparelhos tipo circulador é mais suave e dirigido, o que aumenta os níveis de conforto proporcionado. Mas na generalidade dos casos não há diferenças significativas em relação aos pequenos ventiladores tradicionais, já que tudo depende bastante do desenho e potência de cada modelo de ventilador.

Pode dizer-se que em média são ligeriramente mais potentes que os ventiladores de mesa tradicionais, e que consomem um pouco mais de eletricidade, mas não se trata de uma regra aplicável a todos os modelos.

Se está comprador, prefira ventiladores com uma base pesada e sólida, e escolha modelos da classe A Inmetro-Procel (no Brasil) ou modelos com certificação UL e Energy Star, no caso de modelos importados. Ver: Os melhores ventiladores de mesa, portáteis...

ventilador de colunaVentiladores de coluna (Pedestal)

Não há diferenças substanciais entre estes ventiladores e as demais categorias de ventiladores portáteis a nível da sua potência, vazão, consumo elétrico ou eficiência energética.

As diferenças estão fundamentalmente no seu design. A flexibilidade que podem proporcionar em termos de posicionamento, pode torná-los uma opção bastante útil - caso a altura a que funcionam seja a ideal para as situações de ventilação e utilização que está a imaginar.

Se está à procura de um ventilador deste tipo, considere um ventilador com certificação Inmetro/selo Procel (ou certificação Energy Star, no caso de ventiladores de coluna importados).

Ventiladores de parede

Embora hajam alguns modelos de ventiladores de parede com maior potência, a esmagadora maioria não difere dos ventiladores portáteis (mesa, pedestal, circuladores de ar) a nível de vazão de ar ou de eficiência energética.

A sua vantagem está quase sempre no facto de serem de parede, mas pode transformar-se numa desvantagem: o facto de serem fixos torna-os menos obstrutivos, mas o facto de não poderem ser ajustados no seu posicionamento pode também torná-los menos efetivos em algumas situações.

Ou seja: se a questão da ausência de fios, ou a desobstrução de espaços for importante para si, considere ventiladores de parede. Mas tenha em conta que isso pode diminuir a sua eficácia. Há que ter em conta o alcance desses ventiladores, e a posição habitual das pessoas nas divisões em causa.

Há que não esquecer que os pequenos ventiladores só são eficazes na medida em que movimentam o ar e evaporam humidade a nível da nossa pele. Eles não arrefecem o ar ambiente, e são ineficazes se os seus utilizadores não estiverem no seu raio de acção.

Na compra destes ventiladores siga as recomendações listadas acima para os ventiladores de coluna e mesa. Há ventiladores de parede a consumir 3 e 4 vezes mais eletricidade do que deveriam, para a circulação de ar que proporcionam.

Mini Ventiladores pessoais, USB e com pulverização de água

Os mini-ventiladores pessoais - ventiladores de viagem, para ligação à porta USB de computadores, e computadores associados à pulverização de água - são baratos, suscitam curiosidade e têm uma grande procura. Muitos dos comentáros e apreciações a estes ventiladores pessoais são favoráveis, mas há também um grande número de queixas, nomeadamente quanto à eficácia e à durabilidade.

Estes ventiladores não beneficiam de selo Procel-Inmetro, no Brasil, nem são certificados pelo UL, ou por entidades como a Energy Star: um sinal evidente de que não são produtos de qualidade.

Ver:
Os melhores ventiladores USB
Ventiladores com água (borrifador)

Marcas, preços e qualidade

Escolher um bom ventilador não é fácil. Há muitas marcas, preços e modelos. Há modelos que podem gastar o dobro ou o tripo de ventiladores de teto, o que de facto é excecional e mostra o desperdício energético que a eles se associa. E há questões de durabilidade, de ruído ou de duração que são importantes acautelar.

Tenha em conta as seguintes elementos, na escolha dos mesmos:

- no Brasil prefira pequenos ventiladores com prazos de garantia razoáveis ou o mais alargados possível e com o selo da Procel-Inmetro, classe A, referido acima para os diferentes tipos de ventiladores portáteis.
- considere fabricantes e marcas de referência.
- desconfie de ventiladores com preços muito baixo: a grande maioria desses ventiladores têm muito baixa qualidade geral. Eles duram pouco, gastam demasiada eletricidade para o seu tamanho, trepidam, são pouco fiáveis e barulhentos.
- naturalmente, preços altos também não significa qualidade. Não confunda altos preços ou um design pouco habitual ou modernista, ou argumentos publicitários, com qualidade.

Desconfie de aparelhos claramente mal construídos e muito baratos. Esteja atento a pequenos pormenores. Ver: Os melhores ventiladores de portáteis: mesa, pedestal, circuladores, parede.

 

 

 

 

Top or Home PageConteúdo relacionado
Contents Topo .... Inicio