ClarabÓIas de vidro e acrílicas (domos), com e sem ventilaÇÃo

As clarabóias podem ser excelentes para trazer luz natural e ventilação às nossas habitações e outros edifícios. Elas podem melhorar radicalmente o ambiente sombrio e inatrativo de muitos espaços.

Mas cuidado! As clarabóias também podem aumentar as suas faturas de energia, e tornar a sua casa num espaço extremamente desconfortável. Não se deixe enganar pelo que se diz em certas revistas e sites, ou pela propaganda dos fabricantes de clarabóias.

As clarabóias, mesmo quando não exposta à luz direta do sol, podem ser fator de sobreaquecimento e também de excesso de luz e radiação ultravioleta, para além de poderem ser fator de desequilíbrios térmicos em tempo frio, em climas como o português ou no sul do Brasil.

Se realmente necessita de uma claraboia, verifique se as clarabóias tubulares se adequam aos seus objetivos, e no caso de optar por uma claraboia tradicional considere cuidadosamente questões como o seu posicionamento no telhado, o seu tamanho e pormenores relativos à sua instalação.

Ver infográfico:
Efeitos potencialmente negativos das clarabóias

Clarabóias tubulares (Túneis de Luz)

Claraboias tubularesEstas clarabóias não facultam vistas ou ventilação, mas são uma boa fonte de luz natural – sem as consequências negativas das clarabóias tradicionais.

Ver: Clarabóias tubulares, túneis de luz

Clarabóias de policarbonato-Aerogel

O policarbonato é um material muito utilizado em clarabóias plástico-acrílicas, normalmente suscetíveis a problemas como amarelecimento. Mas as novas clarabóias de policarbonato-aerogel são energeticamente mais eficientes do que as de vidro e podem evitar problemas de sobreaquecimento e excesso de luz.

Ver: Clarabóias plásticas, domos

Claraboia em vidro, com capacidade ventiladoraPrefira Clarabóias com um coeficiente de ganhos solares abaixo de 0,3

Caso pretenda uma claraboia de vidro tradicional, certifique-se de que o seu coeficiente de ganhos solares é muito baixo, ou seja, que esse coeficiente se situa nos 0,3 ou menos. Em climas como o do sul do Brasil e Portugal, é também vantajoso um baixo fator U, igualmente abaixo dos 0,3, de modo a evitar perdas de calor no inverno.

Ver: Clarabóias de vidro

Clarabóia com cortina exteriorCortinas e estores para clarabóias

Cortinas e estores para clarabóias não fazem milagres; mas são elementos que podem ser bastante importantes para minimizar o impacto potencialmente negativo das clarabóias, nomeadamente sobreaquecimento, excesso de luz e radiação ultravioleta.

Ver: Cortinas e estores para clarabóias

 

 

 

Topo .... Início